Google+ Badge

sábado, 27 de dezembro de 2014

ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO


Hoje é um dia especial...
No dia em que o nosso amor;
Se uniu um ao outro para sempre:
Para nunca mais se separar.
Vivemos momentos vários...
Juntos na nossa vida;
Como diz o poeta cantor:
São tantas as emoções.
Mas sabes meu doce amor...
Todos dias traz emoções;
Em nós que vivemos juntos,
Foram e serão sempre:
Os melhores momentos;
Da nossa eterna vida.

Meu amor hoje fazemos trinta e nove anos de Casados parabéns para nós os dois. Beijinhos

Enviado através do  meu tablet uma vez que o meu PC está de Ferias.

Autor: Santa Cruz (Diácono Manuel Gomes

Direito do Autor @reservado 

domingo, 21 de dezembro de 2014

TOCA-ME

   Minhas bela e Eternas doces Flores. Desejo a todos vós Um Santa e Feliz Natal e Um ano Novo cheio de Amor e Carinho e recheado de coisas boas Beijos e Abraços

Tocas-me na alma…
 Sempre que entras em mim;
Sinto em cada investida: 
Um bocadinho mais de ti?
A ficar dentro de mim. 
Transferes-te para o meu interior…
 Em cada beijo que depositas na boca;
 E invariavelmente te encontras ávida de ti:
 Conquistas o espaço que há em mim. 
Inças a bandeira e me reclamas teu…
E eu não ofereço resistência;
Deixo-me sucumbir:
E baixo a guarda e deixo-te entrar e ficar. 
Porque é contigo que vivo …
É em ti que me sacio e repouso;
É contigo que me canso e te amo:
É contigo que me apaixono, 
É contigo que sinto prazer e quero sempre.

Autor: Santa Cruz

Direito do Autor @reservado

domingo, 30 de novembro de 2014

O AMOR E O TEMPO



    Num tempo e numa pequena ilha, confundida com o paraíso, habitavam os sentimentos como os habitantes da terra. Nessa ilha viviam em harmonia o Amor, a Tristeza, a Sabedoria, a Vaidade, a Alegria, a Riqueza e todos os outros sentimentos. Mas um certo dia a Natureza parecia ter-se revoltado, o Amor acordou apavorado porque sentiu que a ilha estava a ser inundada. Mas esqueceu-se lodo do medo que sentia e fez com que todos os sentimentos se salvassem. Todos correram e foram buscar os  seus barcos, e fugiram para um monte bem alto, de onde poderiam ver todos a ilha a ser inundada, mas sem que corressem perigo. 

    Só o Amor a que não se apressou, porque o Amor nunca se apressa... porque ele queria ficar mais um pouco na sua ilha. Mas quando já estava quase a afogar-se, o Amor se lembrou de que  não poderia morrer. Então correu rapidamente em direcção aos barcos que partiam e gritou socorro. A Riqueza que ouviu o seu grito, logo respondeu que não iria levar o Amor, pois com todo o seu ouro e prata que carregava temia que o seu barco se afundasse. Passou então a  Vaidade que disse que não podia levar o Amor, porque o Amor se tinha sujeitado demais ajudar os outros e a Vaidade não suportava sujidade. Logo atrás da Vaidade vinha a Tristeza, cujo os seus sentimentos eram tão profundos que não queria a companhia de ninguém, apenas queria estar sozinha. Passou também pelo Amor a Alegria, mas esta estava tão alegre que nem ouviu o pranto do Amor. 

    Já sem esperanças, o Amor sentou-se na última pedra que ainda se via à superfície da água e começou a chorar. O seu pranto era tão triste que chamou atenção de um velhinho que passava no seu Barco. O velhinho apanhou o Amor com os seu braços e levou-o para o monte alto juntando-o aos outros sentimentos. O Amor ainda em fase de recuperação perguntou à Sabedoria quem era o velhinho que o tinha ajudado, esta respondeu-lhe é o Tempo. O Amor Perguntou: Porque é que só o Tempo me pode trazer aqui? A Sabedoria então respondeu: Porque só o Tempo tem capacidade de ajudar o Amor a chegar aos lugares mais difíceis. Pois só com o tempo a que o Amor alcança o coração das pessoas que fecham o seu coração aos seus caprichos e Vaidades. Devemos abrir o nosso coração aos outros e não estarmos sempre a espera do tempo para salvar o Amor

 O AMOR

O amor e o tempo é sublime....
Momento de perfeição que eu quero:
Enquanto todo cenário nos redime;
O meu sonho se mostra mais sincero.
O amor com o tempo nada nos oprime...
Neste encanto é tudo quanto espero;
Tocar o quanto a vida mais estime,
Num acto sensato e de paz pondero.
Vivo a plenitude de um amor...
Imaginado de luz e de liberdade;
Uso acreditar no redentor:
O caminho da glória me invade.
Deixo para trás o meu sofrimento...
Tocado pelo manso e doce vento,
O amor e o tempo eu quero:
E amarei eternamente.

Autor: Santa Cruz

Direito do autor @reservado









domingo, 2 de novembro de 2014

AMOR PROIBIDO


Elsa- A minha amizade por ti, tornou-se num amor profundo, amo-te no silêncio do meu coração, desde o dia em que o nosso caminho se cruzou, e que nessa altura eu através da Net eu me aproximei de ti, e tu me deste força e coragem; a partir dai, passei a chamar-te de meu eterno amor. Nunca pensei poder-me apaixonar por um homem mais velho, mas a vida, prega-nos cada partida, a minha paixão é eterna, é mais forte do aquilo que eu imaginava ou desejava. Para mim serás sempre o meu doce e eterno amor. No dia em que nos encontramos o meu coração chorou baixinho, para tu não ouvires, nessa altura eu já te amava, mas não podia declarar este meu amor por ti. Porque sei que és casado e tens outros amores, por isso guardarei o meu amor por ti no silêncio do meu coração.

Sérgio - Podes guardar esse teu amor por mim, no silêncio do teu coração, mas eu nunca poderei amar-te, porque sou casado e mais velho que tu, tenho idade para ser teu pai, e tu para mim és apenas uma doce jovem, e o meu coração não te pode amar, podes chamar-me de anjo ou outra coisa qualquer, mas nada mais, porque nada pode haver entre nós. És jovem podes arranjar um jovem da tua idade esse te poderá amar de corpo e alma eu não posso.

Elsa - Pode ser coincidência ou não, mas apaixonei-me de mais por ti, sei que nada pode acontecer entre nós os dois, mas mesmo assim não posso, e nem quero deixar de ter amar, eu sei que és casado e mais velho do que eu. Quando nos encontramos novamente, estavas tu com uma amiga no café, não sabes alegria que meu coração sentiu ao ver-te de novo. Sabes; tentei esquecer-te, e ate não te falar e, tenho falado pouco, mas de nada adianta o meu amor por ti é eterno e já mais acabará.

Sérgio - Adoro quando me chamas de meu anjo, porque sei que não podes nem deves tratar-me por meu doce amor; sabes minha doce menina, só te quero ver feliz, e apenas aceitarei a tua amizade, nada e nada mais, porque és uma jovem de vinte e poucos anos, e eu tenho idade a quase para ser teu pai, podes e deves-te apaixonar por um jovem que seja da tua idade, porque nada podes esperar da minha pessoa, como sabes sou casado e tenho outros amores.

Elsa - Dedico-te este texto em prosa, e o meu poema, porque te amo no silêncio do meu coração. Serás sempre o anjo da minha alma, estas coisas do amor não é como nós queremos, sabes bem que eu gosto de ti, mas nunca imaginei que meu coração fosse tão longe. Desculpa esta minha franqueza, e peço-te duas coisas do fundo do meu coração, uma que não leves a mal, e que continuemos a ser bons amigos, a outra a que esta minha declaração de amor por ti fica só entre nós dos dois.

Amor Proibido

Amo-te e amarei…
Este amor por ti;
É e será eterno.
Sabes meu amor…
Sou apaixonada por ti:
Amo-te no silêncio do meu coração;
Mas tu para mim!
És o meu eterno amor.
Meu coração e minha alma…
Sangram a toda a hora;
Só em pensar que és para mim:
Um amor proibido.
Amo-te e amarei eternamente…
E quando um dia partir:
Levar-te-ei no meu;
Doce coração.

Autor: Santa Cruz


Baseado num caso verdadeiro, apenas os nomes dos intervenientes são fictícios 

domingo, 5 de outubro de 2014

RETALHOS DE MIM



    Ontem quatro de Outubro, faz sessenta e seis anos; que pelas nove horas da manhã, minha querida mãe me deu à luz. Fui bebé e amamentado pelos seios maternos, fui crescendo fui menino, criança, jovem e adolescente, mas muito cedo um homenzinho me tornei. Pois ainda meio criança nem sequer na escola andava e ovelhas, eu guardava e na agricultura trabalhava. Aos sete anos na escola eu entrei. Fizesse sol, chuva ou vento alguns quilómetros a pé caminhava, sempre gostei da escola, por isso nenhum ano chumbei, e ao fim de quatro anos a quarta classe terminei. Fui novamente para agricultura e as ovelhas guardei. 
     
     Já com os meus treze anos a casa dos pais deixei. Para a grande cidade fui, trabalhar na construção civil, o trabalho não era pesado apenas água aos trabalhadores eu dava, depois fui trabalhar para um armazém de mercearias, e aos dezasseis a casa dos pais voltei. Mais foi por pouco tempo; de novo segui rumo para a cidade do Porto, trabalhei na construção civil, fábricas e numa oficina de metalurgia, com dezoito lá vou eu de novo para outro local do País desta vez fui para a Régua trabalhar como ferramenteiro e apontador na barragem de Bagaúste mais conhecida por barragem da Régua, ai fiquei até Outubro de mil novecentos e sessenta e nove.
   
     Já com vinte e um anos feitos fui prestar o serviço militar em Maio de 1970 à Guiné fui parar, estive nos adidos e ao CIM em Bolama fui parar, e conta da estação postal fui tomar, para mais tarde a messe de sargentos ir governar? Por ai fiquei até Julho de 1972. A quinze desse mês a Portugal regrei, e nesse regresso minha amada encontrei, depois de umas férias para o Porto eu voltei e, na construção civil trabalhei. E no fim desse mesmo ano na Policia ingressei, após o vinte e cinco de Abril essa Policia eu deixei. A vinte e quatro de Junho de 1974, novo rumo eu tomei e, no caminho-de-ferro eu entrei. 

     Fui praticante de factor, factor ajudante, Factor de segunda, mais tarde factor da letra A, chefe da letra B e da letra A. A 27 de Dezembro de 1975 eu me casei, a 29 de Setembro de 1976 meu primeiro filho nasceu. Quatro anos mais tarde a 31 de Dezembro de 1980, meu segundo filho nasceu. Em Maio de 1985, deixei Cascais e vim para o Porto. Fui chefe titular da e Estação de Porto Trindade, Inspector do Movimento e Inspector Chefe no Controlo de Circulação chegando ao topo da carreira. Em Outubro de 1990, de novo a escola voltei e cinco anos depois com 14,5 valores 12º ano terminei. 

     Em Novembro de 2003, como Ferroviário minha carreira terminei, e com 55 anos me reformei, como não tinha nada que fazer novamente para a escola voltei e, com 14 valores o curso de Teologia acabei. Fui coralista, catequista, acólito, ministro da comunhão e, a 8 de Dezembro de 2010 foi a minha Ordenação a Diácono, três dias depois meu filho mais velho casei e o meu príncipe baptizei. Sou Diácono faço casamentos, baptizados e funerais e outras coisas mais. Por agora e ao fazer 66 anos de idade, termina por aqui os retalhos de mim. 

    
Retalhos
    
Mudo e sigo os meus passos lentos…
A luz penetra na parede rasgada;
Em desenhos estranhos que sinto;
E a escuridão me consome.
Nunca me dispo nas sombras…
Não deixo que envolva a minha pele;
Convido a parede abrir o seu corte;

Para me esquivar sem ser ouvido.
Sem parar lento nos meus próprios passos…
Uma outra boca me sussurra;
Que devo permanecer no meu espaço:
Assim deserto tolero o impuro.
E soberbo o seu gosto amargo e doce…
Eu espero.


Autor: Santa Cruz

@reservado o direito do Autor 

domingo, 7 de setembro de 2014

CARTA A UMA JOVEM



  Daniela! Escrevo esta carta com as lágrimas dos teus lindos olhos, mas como essas lágrimas não chegavam, juntei ao lágrimas dos meus olhos, que chorei quando li o teu lindo poema. Fizeste-me pensar o que, te levou a escrever aquele poema, mais me pareceu que tu já me conhecias há longos anos, não te fiz nada demais, apenas não gosto de ver ninguém a chorar e principalmente uma jovem como tu, só te queria ver feliz junto de tua mãe, mas como são lindas essas tuas saudades dos teus pais.
  
     Fico eternamente grato, pela simpatia e carinho com que me descreveste naquele poema, não sei se merecia, mas só tu, e tu mesmo a que sabes. Serei sempre teu amigo, se tu assim o quiseres, apenas quero que sejas sempre amiga dos teus pais, e que essas saudades que tu sentias pelos teus pais, por teres estado dois dias no acampamento, sejam saudades de amor e carinho pelas pessoas que te trouxeram a este mundo lindo e belo por Deus Criado, mas por vezes um pouco cruel.

    Peço do fundo do meu coração, para seres uma menina sempre amiga dos teus pais, e dos teus amigos que te rodeiam, sejas eles da tua idade ou mais velhos, porque a amizade é a coisa mais bela que há entre os seres humanos, nunca te esqueças, que fazes parte de um grupo de escuteiros, aonde o seu lema é serem amigos e companheiros uns dos outros, serem amigos da natureza que Deus criou, e o homem por vezes põe tudo em causa, ignorando a beleza dessa natureza, e o bem-estar que a mesma nos traz. 

AMIZADE   

Daniela!
Amizade é a doce Fragrância;
Das flores da minha vida...
Que perfumam a minha alma:
E guardo no meu coração.
Amigos são aqueles que não têm rosto...
Mas têm sentimentos e alma;
E são simplesmente amigos:
Com um doce coração.
Daniela!
Amizade é a coisa mais bela…
Que há entre as pessoas;
Que a nossa amizade seja bela e verdadeira:
E que seja eterna pela nossa vida inteira.

Autor: Santa Cruz

@reservado o direito do Autor

domingo, 10 de agosto de 2014

O MEU PRÍNCIPE

   
    O meu príncipe faz hoje quatro anos, parabéns meu belo príncipe, o teu Avó Manel traz-te guardado no seu coração. Sabes meu príncipe quando o avô está alguns dias sem te ver, sonha contigo e por vezes chora com saudades tuas. Amo ouvir a tua linda voz, mesmo quando não me queres dar um beijo, e pões a tua mão na boca. O avô diz que fica triste, mas não fica é só para brincar contigo, porque também sei que estás a brincar comigo.
   
    Meu príncipe encantado, cada dia que passa, eu mais te adoro e te amo, por isso quando estou sem te ver sofro. És um menino belo e muito esperto e muito vivo, tens uma inteligência rara para a tua idade, mas sabes adoro ter-te cá em casa e estar contigo, porque me sinto eternamente feliz. Ainda és pequenino para poderes compreender de verdade a minha felicidade de ter-te ao meu lado, e ouvir a tua voz e dizer-me ó avó Manel, vamos ver os beirais, e logo de seguida avó Manel conta-me a história do Cascão.
  
    O avó começa a contar-te a historia mas tu logo dizes ó avó Manel quero ver as fotografias do pai pequenino, e lá vai o avó Manel buscar as fotos do pai pequenino. A tua companhia me faz feliz, e me faz esquecer os meus pequenos problemas de saúde. És o meu belo anjo, que eu adoro ter-te ao meu lado, sei que nem sempre é possível, mas gostaria que estivesses, mais vezes em casa do avô Manel. Hoje quero desejar-te as maiores felicidades do mundo, pelos teus lindos quatros anos de idade.
   
Sabes meu príncipe, apesar de tudo são quatro anos de felicidade para teus pais, avós e avó Manel, porque sempre alegrastes o nosso viver desde o dia em que nasceste. Espero que passes um dia muito alegre e feliz, e que esta data se repita por muitos e muitos anos, e que o avô Manel ainda possa assistir ao teu aniversário durante mais alguns anos.

Quatro Anos

Gonçalinho!
És um menino doce...
Que moras no meu coração;
E quando o avô balança:
Vens logo dar-me a tua mão.
Hoje fazes quatro anos...
Mais um ano se passou,
E muitos outros onde vir;
Serás sempre a minha alegria:
E eu gosto de te ver sorrir.
Tu me falas coisas lindas...
E fazes perguntas de encantar;
E logo tu mesmo pedes:
Para a gente te explicar.
A tua bondade e alegria... 
Meu coração faz brilhar;
Gosto quando me dizes:
Ó avô uma historia vem contar.
És um príncipe muito belo...
Que aparecestes na minha vida;
Eu fico muito alegre e feliz:
Quando estás em casa comigo.

 Feliz aniversário meu príncipe encantado: beijinhos do avô Manel e da Avó  Bira.

   Autor: Santa Cruz  - @reservado os direitos do Autor.
   Registo Nº 308606/10

quinta-feira, 31 de julho de 2014

DESPEDIDA

Meus Caros amigos e amigas a quem eu trato por minhas bela e eternas flores.
É com muita pena que informo que deixarei de postar com regularidade nos meus Blogues.
Pois continuo com problemas de Saúde, a qual fui aconselhado pela médica de Neurologia,
Estar e menos possível no computador.
Peço imensas Desculpas a todos vós mas a vida tem desta coisas.

Beijinhos e Abraços para todos vocês 

Santa Cruz Diácono Manuel Gomes)

domingo, 4 de maio de 2014

MÃE QUERIDA


  

Mãe você deu-me a vida e ensinou-me a vivê-la, a revolver os problemas, os medos, me deste as tuas mãos fazendo acalmar o meu coração. Muitas vezes! Mãe, foste para mim Pai, amigo, irmã, companheira das brincadeiras. Sempre davas um jeitinho de poder- me acompanhar. Segurastes as minhas mãos, e me mostrastes o caminho a seguir, hoje sei como sofreste quando enfim soltou-me as mãos para eu seguir em frente. Hoje sei que aplaudes meus sucessos, te entristece com meu pranto, sei também que sempre estavas e ainda estás de braços abertos à minha espera. 
Mãe hoje quero-te dizer do fundo do meu coração, peço a Deus que te tenha no eterno descanso, nas minha orações não me esqueço de ti e de meu pai também, queria dar-te um abraço e muitos beijinhos, pelo meu amor e gratidão que tenho por você. Apesar de saber pergunto a Deus porque permite que as mães se vão embora? Mãe não tem limites, nem tempo, nem hora, é luz que não se apaga, quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, e puro pensamento. 

Mãe! Morrer acontece com o que é breve, e passa deixando vestígios. Mãe, a sua graça, é eterna. Porque Deus se lembra do mistério profundo e um dia tirou-te de mim? Se eu fosse o Rei do Mundo, fazia uma lei: Mãe nunca morre, Mãe fica sempre junto dos seus filhos e eles, embora idosos, serão pequeninos feitos grãos de milho. 


QUERIDA MÃE

Mãe! Hoje quero dizer-lhe…
 Um segredo muito especial: 
Apesar de já teres partido;
Eu amo-te e adoro-te! 
Também sei que, no seu coração…
 Continuar a brotar para sempre;
 Um gesto novo de amor e carinho! 
 Mãe! Você é capaz de esquecer…
 Os seus sofrimentos e dores;
Só para me ver feliz! 
Hoje, quero escrever para você…
O mais belo poema;
Quero pedir ao meu Deus:
Que tenha no eterno descanso,
A criatura mais bela e encantadora:
Que me deu a minha vida.
Guarda no teu Reino Senhor…
A mãe mulher e amiga;
Porque foi para mim:
O maior bem da minha vida.


MÃE


Olho para o céu aberto…
E contemplo o grande tesouro;
 De paz, sabedoria, paciência, bondade:
 De ternura e acolhimento,
Que permeia o seu ser mais belo;
Que é a minha querida Mãe.
Mãe! Você me fez crer...
 Que esta vida vale a pena ser vivida;
 Quando a mesma é entregue por amor! 
 Quando a vida começa a ficar mais difícil, 
Penso em você querida Mãe. 
Logo surge uma nova esperança…
E o meu olhar começa a brilhar;
Você apesar de ter partido ainda espera:
 De braços abertos os filhos e a filha.
 Porque precisam do seu aconchego…
 Da sua compreensão e carinho,
 Como se fosse a primeira vez. 
Mãe! Presente de Deus na minha vida…
Mãe! Recebe beijinhos e abraços;
Com todo o meu carinho! 
 Gostaria que o meu agradecimento:
 Soasse mais forte todos os dias,
 Mãe! Porque hoje, e sempre é o seu dia.
  

BELEZA DIVINA


Mãe! É beleza divina…
É ter um ventre abençoado;
Para receber com todo amor:
O filho que nele será gerado. 
É amar sem fronteiras…
Pelo seu instinto aflorado;
É viver intensamente,
Pelo seu filho tão amado. 
Nem os vê e já os ama…
Esses pedacinhos de gente;
Que transformam a sua alma:
Mesmo quando ainda estão, 
No seu Divino ventre.

Autor: Santa Cruz (Diácono Manuel Gomes)

@reservado os direitos do Autor

sábado, 8 de março de 2014

DIA INTERNACIONAL DA MULHER


  Até parece uma grande coisa, terem estabelecido uma data específica para o dia internacional da mulher. Na verdade, a mulher não precisa de um dia específico, de uma data pré-estabelecida, o seu dia, são todos os dias, pois estão vivas e são atuantes independentemente do dia, na verdade, nunca têm folga! As mulheres, sempre foram discriminadas, sempre estiveram em segundo lugar na escala de valores,  é tudo isto  que se deve ao regime patriarcal e machista em que vivem. Hoje apesar disso tudo, elas vão cada vez mais conquistando o seu espaço e o seu lugar na sociedade.

  Já foi comprovado estatisticamente, que a mulher sofre discriminação em todas as áreas, principalmente na parte profissional, pois a mulher mesmo sendo muito competente, quando ocupa o mesmo cargo de um homem, o seu salário é bem menor. mas os homens não são os únicos culpados, pois essa discriminação existe por parte das próprias mulheres. Uma mulher, geralmente não confia na outra para exercer um cargo importante e de confiança. Ser feminista, não foi e nunca será a solução.

    A mulher apenas precisa  ser respeitada na sua dginidade de mulher, acho que somente dessa forma ela poderá ser reconhecida e valorizada, pois mesmo sendo feminina, ou melhor, principalmente sendo feminina, ela pode mostrar o seu valor e a sua capacidade. A mulher sabe que dispõe de muitas armas a seu favor, pois mesmo que mostre a sua fragilidade, ela pode ser forte e decidida, e dessa forma, tirar da sua sensibilidade"a força de que precisa. Mesmo vivendo nessa dura realidade, ela não deve perder o seu romantismo.

   Deve saber transformar a rotina do seu dia-a-dia, numa sucessão de novidades e descobertas, nunca desistindo dos seus sonhos. Mesmo quando estiver fraca, deve se mostrar forte e lutar sempre pela sua independência. Deve de tudo tirar uma lição de optimismo, pois em cada erro que ela cometer, é um ganho de experiência, para se transformar numa tentativa de um futuro acerto, pois errando, se aprende também. Deve ser resistente nas intempéries da vida, pois ela própria é vida, tem vida e gera vida, sendo assim, sabe a noção exata do que significa a palavra AMOR e AMAR.

   A mulher, com o seu jeitinho, e a sua delicadeza, sabe galgar e conquistar os seus degraus na escada da vida, que inclui o seu lado profissional, o seu lado familiar e o seu lado pessoal. Assim sendo, ela nunca deve tentar se impor pela força, para mostrar sua igualdade com os homens, pelo contrário, ela deve fazer questão de ser sempre o sexo frágil e ter consciência, que fragilidade, não significa fraqueza. Essa fragilidade na verdade, significa sensibilidade.

   A mulher inteligente, deve fazer questão de ser tratada e considerada com um vaso mais frágil, para ser tratada com respeito, com carinho, com amor, com cuidado, é nesse momento que ela mostra a  sua força. Ser forte, não significa gritar, para ser ouvida e para chamar, se isso pode ser feito com uma voz doce e carinhosa. Não precisa exigir para conseguir as coisas, se com um jeitinho especial pode pedir e ser atendida. Não precisa medir forças«, enfrentar, pois a sua força está na persuasão.

Não precisa se armar pensando que está numa guerra física, achando que é vergonhoso recuar, pensando que com essa atitude perdeu a batalha, porque às vezes para se ganhar uma guerra, é preciso recuar, se fortalecer para então avançar com mais força, mais segurança, mais convicção e então atingir o seu alvo e conseguir o seu objetivo e assim vencer. Por isso tudo, viva a mulher, não somente no dia 8 de março dia da mulher, não somente no segundo domingo do mês de maio dia das mães, não somente no dia das avós que é mãe e mulher duas vezes.

    Mas sim, viva a mulher, todos os dias, todas as horas, todos os minutos e todos os segundos, porque a mulher é sempre mulher a tempo inteiro. As mulheres são as flores mais belas do mundo, não é por mero acaso que quando eu me refiro as mulheres trato-as por minhas belas e eternas doces flores, o meu bem-haja a todas as mulheres do mundo.


MULHER

Quero um corpo…

 Onde possa me aconchegar;

Um ombro para poder chorar:

 E uma mão que acaricie meus cabelos.

 Olhos que vejam as minhas lágrimas …

Cairem do meu rosto?

 Quando falo dos meus medos.

Uma boca que me diga palavras…

De ânimo e esperança:

 E que me beije com amor e carinho!

Quero olhos que vejam minha fragilidade…

Que me admirem por ser delicada;

E que não desejem?

Que eu tenha que ser sempre forte!

Quero ser admirada e notada…

E quero que me queiram?

Por também ter um lado frágil.

Quero que me admirem…

 Por ser mulher na sua essência,

Não só o lado de uma leoa:

Mas o lado  de beija-flor e de flor também.

O lado que necessita do outro…

 Que também precisa receber;

Quero hoje a fragilidade de ser MULHER.


Autor Santa Cruz (Diácono Manuel Gomes)

@reservado o direitos autor



domingo, 2 de março de 2014

AMIZADE VERDADEIRA



   A amizade verdadeira é um amor que nunca morre. A amizade é uma virtude que muitos sabem que existe, alguns descobrem, mas poucos a reconhecem. A amizade quando é sincera, o esquecimento é impossível. A confiança, tal como a arte, não deriva de termos resposta para tudo, mas, de estarmos abertos a todas as perguntas. A dor alimenta a coragem. Vocês não podem ser corajosos, se  aconteceram  só coisas maravilhosas com vocês. A esperança é um empréstimo pedido à felicidade. A felicidade não é um prêmio  mas sim uma consequência, a solidão não é um castigo, mas sim um resultado. A felicidade não está no fim da jornada, mas sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la. 
  
   A gente tropeça sempre nas pedras pequenas, porque as grandes a gente logo as enxerga. A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando vocês  descobrem que alguém acredita e confia em você. A infelicidade tem isto de bom: faz-nos conhecer os verdadeiros amigos. A inteligência é o farol que nos guia, mas é a vontade que nos faz caminhar. A maior fraqueza de uma pessoa é trocar aquilo que ela mais deseja na vida, por aquilo que ela deseja no momento. A persistência é o caminho do êxito. A pior solidão é aquela que se sente na companhia de outros. 

   A SOLIDÃO É UMA GOTA DE ÁGUA NO OCEANO QUE SÓ OLHA PARA SI MESMA... UMA GOTA QUE NÃO SABE QUE É OCEANO...  Amigos são a outra parte do oceano que a gota da água procura...   A tua única obrigação durante toda a tua existência é seres verdadeiro para contigo próprio. A verdadeira amizade deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. A verdadeira amizade é aquela que não pede nada em troca, a não ser a própria amiga. A verdadeira generosidade é fazer alguma coisa de bom por alguém que nunca vai descobrir. A verdadeira liberdade é poder tudo sobre si. Algumas pessoas acham-se cultas porque comparam sua ignorância com as dos outros. Amigo de verdade é aquele que transforma um pequeno momento em um grande instante. Amigo é a luz que não deixa a vida escurecer. Amigo é aquele que conhece todos os seus segredos e mesmo assim gosta de você! Amigo é aquele que nos faz sentir melhor e sobre tudo nos faz sentir amados...  Amigo é aquele que, a cada vez, nos faz entrever a meta e que percorre connosco um trecho do caminho, Amigos são como flores, cada um tem o seu encanto por isso cultive-os.  
  
   Amizade Verdadeira é como música: duas cordas afinadas no mesmo tom, vibram juntas...  Amizade, palavra que designa vários sentimentos, que não pode ser trocada por meras coisas materiais... Deve ser guardada e conservada no  nosso coração! As pessoas entram nas nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem. Celebrar a vida é somar amigos, experiências e conquistas, dando-lhes sempre algum significado. Diante de um obstáculo não cruzes os braços, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos. Elogie os amigos em público, critique em particular. Errar é humano, perdoar é divino. Evitar a felicidade com medo que ela acabe; é o melhor meio de ser infeliz. Faça amizade com a bondade das pessoas, nunca com seus bens! Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente.

SONETO DE AMIGOS

Muitas pessoas irão entrar e sair na vossa minha vida…
Mas somente verdadeiros amigos:
Deixarão pegadas no vosso coração.

Para lidar com vocês mesmos usai a cabeça…
Para lidar com os outros usai o vosso coração;
A raiva é a única palavra de perigo:

Se alguém vos trair uma vez, a culpa é dele,
Se alguém vos trai duas vezes, a culpa é vossa.

Quem perde dinheiro, perde muito…
Quem perde um amigo, perde mais!
Quem perde a fé, perde tudo.

Jovens belos pode ser um acidente da natureza:
Mas idosos belos são uma obra de arte.

Aprendam também com os erros dos outros,
Vocês não vivem tempo suficiente:
Para cometer todos os mesmos erros.

Amigos e vocês e eu…
Vocês trouxeram outros amigos;
Agora já somos mais:
Nós começamos um grupo.

Nosso círculo de amigos…
É como um círculo;
Que não tem começo nem fim.

Ontem era a história…
Amanhã é um mistério:
Hoje é uma dádiva;
E por isso é chamado presente.

Autor: Santa Cruz (Diácono Manuel Gomes)

@reservado os direitos do autor

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

EU TE AMO

Quando o meu corpo pede um pouco mais de calma, e a minha razão implora, mas eu sinto uma mistura tão deliciosa cheia de emoções, e desejos, é a minha vontade, manter este mistério, mas tão difícil que é. Tenho vontade de gritar que eu te quero, quero ter-te em meus braços, é um desejo inaceitável, inexplicável de te prender ao meu corpo, num abraço apertado e apaixonante, beijar os teus lábios como nunca beijei com a mais intima vontade de mergulhar fundo nas entranhas dos teus sentimentos. 
   Gostava de estar contigo, agarrado a teu doce corpo sentindo o leveza e toque da tuas mãos, apreciando teus beijos, e apertado nos teus braços, sentindo teu cheiro, tua respiração que envolve a minha alma e o meu ser, deslizam pelo meu pescoço, sobem ate ao meu queixo, aproxima-se do canto da minha orelha e murmura palavras que só tu sabes! Só tu eu me doce amor e mais ninguém.
   Preciso de me sentir desejado, preciso daquele jeito do teu olhar, que sempre quis e quero mais. Necessito que acalmes o bater do meu coração, porque ele necessita que o deixes calmo, para poder cada vez mais e, mais proporcionas-me momentos maravilhosos! Quero ter-te ao meu lado não apenas para aproveitar a minha paixão, mas para sentir que esta comigo, que posso contar contigo, que posso adormecer nos teus braços confiante que o meu sonho será bom, ter-te ao meu lado para me escutares e me teres para te ouvir sempre; preciso de te contar como são os meus dias.
    Falar dos meus medos e desejos! Quero deixar-te não apenas para entrares mais fundo na minha vida, mas principalmente no meu coração tão amargurado, e cheio de desejos? Quero não ter medo nem vergonha de te amar, não quero ter receio nem vergonha de me entregar! Quero ou melhor eu te amo. Preciso sentir tuas mãos acariciando meus cabelos, até me fazer dormir num sono confortável porque estás a meu lado, sentir as tuas mãos cada vez mais deslizantes no meu corpo.
Sentindo profundamente o sabor delicioso dos teus beijos apaixonados quentes e cheios de amor! Porque não vens meu amor, larga tudo e vamos fugir para um lugar só nosso? Neste mundo controverso e cheio de ilusões quero amar-te toda a minha vida! Ou seja quero amar-te eternamente.

EU TE AMO
Amor eu sou a tua noite…
Mas tu és o meu doce dia.
Que o meu coração se açoite,
A tua doce rebeldia.
Sou a noite que pernoito…
Contigo no meu pensamento;
Mas um beijo no meu peito:
Eu merecia no momento.
Dá-me a tua esperança…
Dá-me Sol na minha noite escura;
E afasta-me desta tortura:
Faz-me sentir de novo uma criança.
Lá em cima do extremo oposto…
Quando a noite beija o lindo dia:
Eu sou a luz linda e fugidia
Espalhada no teu lindo rosto.

Autor: Santa Cruz